sábado, 22 de abril de 2017

Critica do CDF (A rapariga com dreadlocks)

Critica do CDF (A rapariga com dreadlocks)


By: Diana

História A Rapariga com Dreadlocks de Ilka Piedade

quinta-feira, 13 de abril de 2017

A rapariga com dreadlocks: Epílogo

A rapariga com dreadlocks: Epílogo;

...


— Espera! — ela disse, mal conseguindo respirar — não consigo correr mais.
— Não podemos parar agora — eu disse, ainda conseguia ouvir os seus passos — anda.
Arrastei a minha irmã para uma rua mais movimentada, com esperanças de desaparecer no meio da multidão, mal entramos nela e fui contra alguém e caí levando a minha irmã e a tal pessoa junto.

A rapariga com dreadlocks: 9

A rapariga com dreadlocks: Parte 9;

Estava com um pouco de ciúmes






Passei o dia todo a procura da Lorelei, depois dela me ajudar na frente da sede ainda não lhe vi, o facto de um monte de gente tentar falar comigo não ajudou em nada, parece que a notícia de que eu sou a nova líder espalhou-se pela escola ate colegas que não têm nada haver com as sereias queriam falar comigo. Depois das aulas estava a falar com a Jane quando vi um loirinho que me parecia muito familiar. 

sábado, 18 de março de 2017

A rapariga com dreadlocks: 8

A rapariga com dreadlocks: Parte 8;

Falamos depois das aulas



Cassidy, Tyson, Sasha, Evzen e eu entramos na sede das sereias, não consigo dizer o que era mais difícil, ignorar os risos das outras sereias ou não rir, acabamos de sair da iniciação dos rapazes, a Jane tinha razão, a das raparigas não é assim tão má, pelo menos não tivemos que correr e ninguém atirou ovos, tomates ou seja la o que for que está a fazer os rapazes cheirar à morte. Depois de eu participar na iniciação Tyson decidiu que ele e Evzen também tinham que participar, por mais que Evzen tenha dito que não queria  ele acabou sendo arrastado (literalmente) para lá na mesma.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

A rapariga com dreadlocks: 7

A rapariga com dreadlocks: Parte 7;

Sim... Parabéns?




— Então é aqui que estavas escondida — Evzen disse quando ele deu conta que eu iria continuar a lhe ignorar.
— Eu venho aqui quando quero ficar sozinha — eu disse, esperando que o meu tom fosse o suficiente para transmitir a mensagem.
— Então devíamos ter vindo aqui primeiro — disse a rainha.
Levante-me rapidamente e virei para a porta do pequeno quarto em que guardo algumas das minhas coisas.